BUSCAR
Twitter
Twitter
Instagram
Facebook

Agenda

Sarau

DIA A DIA: UMA QUESTÃO DE POESIA

Por Juliano Caravela

10/09 16h | atividade presencial

Curadoria: Juliano Caravela

Leituras de Ana Paula Medeiros de Brasília, Daniel Perroni Ratto, Fábio Mosca, JJ Erenberg, Ligia Grammont e Suellen Rodrigues

Sábado, 10 de setembro de 2022, das 16h às 18h 

 

Atividade realizada presencialmente, no jardim da Casa das Rosas. Gratuito, sem necessidade de inscrição.

 

O sarau, com curadoria de Juliano Caravela, tem a proposta de dar espaço à expressão poética contemporânea. Grupos de autores são convidados a compartilhar amostras de seus trabalhos, por meio da leitura de poemas ou de apresentações que, por vezes, misturam literatura a outras linguagens como a música, o audiovisual e a performance.

 

Nesta edição, receberemos no jardim da Casa das Rosas os autores Ana Paula Medeiros de Brasília, Daniel Perroni Ratto, Fábio Mosca, JJ Erenberg, Ligia Grammont e Suellen Rodrigues. Conheça mais sobre:

 

 

Ana Paula Medeiros de Brasília viveu no Nordeste (João Pessoa) durante a infância, absorvendo cultura e música. Artista visual,  trabalha sempre com animações; cantora, se relaciona com a poesia como quem se encanta sempre na criatividade, numa fuga do convencional, tomando a música como a melhor forma de experimentar-se e expressar-se poeticamente. Dos muitos trabalhos corporais na dança, é também poeta do yoga.

 

Daniel Perroni Ratto é poeta, jornalista, músico e editor da Editora Algaroba. Pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA/USP. Autor de vários livros, foi o vencedor do Prêmio Guarulhos de Literatura em 2019, na categoria “Escritor do Ano”, com o livro, Alucinação (Algaroba, 2018). Em 2020 foi premiado no projeto E-Vivências – Memórias, Experiências e Teorias da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo. Também em 2020, ganhou o Prêmio por Histórico de Realização em Literatura (ProAC LAB), da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, com o livro Grinalda de um poeta (Algaroba,  2021). Participou das bandas Loco Sapiens, Criolo Branco e Luz de Caroline. Foi cronista do UOL Música, editoria de música do portal Culture-se e do jornal Diário do Nordeste. Tem parcerias de composição com artistas da cena musical brasileira como: Tatá Aeroplano, Daniel Groove, Douglas Mam, Bleck a Bamba, Daniel Medina, Helô Ribeiro (Barbatuques), Fernando Maranho (Cérebro Eletrônico e Jumbo Elektro), Andrei Furlan, Juli Manzi, Juliano Caravela, Banda da Portaria, entre outros.

 

Fábio Mosca iniciou-se na música por volta dos nove anos de idade, batucando em latas de tinta da Suvinil. Estudou bateria com Lenilson Silva, ex-baterista do Sargentelli. Mais tarde, nos anos 2000, fez aulas de percussão com o Mestre Formiga, especialista em congas e bongô, renomado músico paulistano com que participou do grupo de percussão Anabacoa. Foi músico do Márcio Mendes, vocalista do Trio Los Angeles; colaborou como percussionista nos corais da Mercedes Bens do Brasil e da Thyssen Krupp do Brasil; percussionista do coletivo O Maravilhoso Escritório Teatral; abriu shows do trombonista Bocato e do pianista João Cristal.

 

JJ Erenberg  nasceu em São Paulo, na década de 1960, sob o signo de câncer, com ascendente em libra e lua em câncer (sim, chora bastante). Se encantou, desencantou e reencantou com diversos movimentos políticos, culturais e artísticos. Buscou aprender trombone, tuba, dança folclórica, patinação artística, teatro, cinema e filosofia tântrica. Busca até hoje. Ator e diretor premiado internacionalmente, segue vivendo do direito. É, pois, brasileiro.

 

Juliano Caravela é poeta da Experiência. Canta, pousa e convida à poesia e meditação. Sua obra é uma degustação de poemas, melodias e insights da experiência cotidiana autobiográfica, com influências poéticas que vão do abstrato ao concreto haicaísta e musicais que vão da bossa nova ao pop brasileiro. Desconstrói e brinca com arquétipos, modelos e personagens, inverte a linguagem, instiga e promove em suas canções, versos e entrelinhas uma cosmologia poética da imanência. Ministra palestras e cursos sobre a poética no cotidiano. Curador idealizador do Sarau das Editoras e “Dia a dia: uma questão de poesia” na Casa das Rosas, além de gestor do Espaço Cultural de Arte Meditação AveVenus, em São Paulo. Publicou Samadhi – Vértebras em que versos correm (2016, Confraria do Vento) e o álbum poético-musical Transeunte (2018). Seus clipes e vídeos estão disponíveis no YouTube: Juliano Caravela.

 

Ligia Grammont é publicitária formada na PUC-SP. Encontrou nas palavras um farol pelo qual ilumina e desbrava sua própria identidade. Estudou dramaturgia, roteiro de cinema e diversos cursos de escrita criativa. Está onde a palavra vibra. Na profissão, trabalha como redatora, criando conteúdo para marcas. Em breve, seu primeiro livro de poemas será publicado pela Editora Patuá.

 

Suellen Rodrigues descobriu na escrita uma forma de desabafar toda solidão, sexualidade, pensamentos e fobias. Em momentos de crises fortes de ansiedade e medo, foi a escrita sua maior aliada para expressar tudo de bom e ruim que brotava de dentro. Hoje, escrever é autocuidado. Está preparando seu primeiro livro, que se chama Preciso Dar um Tempo, e que será lançado pela Editora Astral; com poesias mais intensas e pretende lançar seu projeto Erotismo Poético. Seu maior prêmio é conseguir se expressar poeticamente, e se reconhecer viva é seu maior reconhecimento.

CASA DAS ROSAS
ESPAÇO HAROLDO DE CAMPOS DE POESIA E LITERATURA
+55 (11) 3673-1883 contato@casadasrosas.org.br
Av. Paulista, 37 Bela Vista CEP 01311-902 São Paulo Brasil
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
O museu está sendo restaurado. Durante o período do restauro, o jardim funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h

Governo do Estado de São Paulo

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte sobre os Cookies e a Política de Privacidade para obter mais informações.

ACEITAR