BUSCAR
Twitter
Twitter
Instagram
Facebook
 
CENTRO DE APOIO AO
ESCRITOR
AGENDA CONCURSOS CIRCUITOS OFICINA ONLINE REVISTA GRAFIAS ANUÁRIO DE POESIA PEQUENO MANUAL
DO ESCRITOR
CLIPE DICAS DE LEITURA MURAL LITERÁRIO CADASTROS

MURAL LITERÁRIO

CIDADE DOS SIRIS
Está escuro, mas não há estrelas no céu.
Apesar de acordada, as perguntas que lhe perseguiam nos sonhos, ainda
estavam com ela...as perguntas sobre a criação, sobre como tudo surgiu. Saiu
de sua cabana, onde vivia com a família, andou até a beira do mar...
Rapidamente, a madrugada dá espaço para a aurora reinar.
Ela cuidadosamente retira os sapatos e caminha na areia. A areia é fofa
e macia. Imagine um pé de cada vez... a areia massageando e fazendo
cócegas na sola do pé. A menina se senta próximo a água límpida, espumante
e fresca, que ao sentir perde-se entre as ondas, perde-se nas marés, perde-se
entre as conchas, que contam histórias de como surgiram, de onde já visitaram
e para quem elas já deram abrigo. Porém, só quem tem a audição mais pura e
atenta, poderá ouvir essas histórias...
A brisa que lhe faz carinho e mexe seu cabelo, que também carrega
memórias de viajantes e aventureiros... As gaivotas e suas melodias que, de
certa forma, anunciam o dia e trazem a tardezinha e somem à noite.
E, neste momento a menina se dá conta que é a única na costa da
praia, a única que escuta o cantar das ondas, que sente o cheiro único dos
arrecifes e da areia com a água e aquela sensação única que lhe foi dada.
Está meio nublado, mas, de repente, entre as nuvens se abre uma
fenda, que mais se assemelha a uma porta de onde um forte raio de sol surge
no horizonte, fazendo encontro com a água cristalina do mar. Com isso, abre-
se um tipo de “tapete”, que parece ser feito de lindas e cintilantes pedrinhas de
diamantes ou então tecidas dos tecidos mais finos e brilhantes já vistos,
provocando um efeito único na menina. A sensação era tão plena, era tão pura,
era tão misteriosa e mágica, que a única tristeza era de sua família não estar
vendo aquilo ao seu lado.
O tapete era tão lindo e unia o horizonte a praia. A menina ficou
apaixonada com um desejo enorme de atravessá-lo, porém sentiu no seu
coração que ainda não havia chegado sua hora.
Contudo, para sua surpresa começou a perceber grãozinhos de areia
voando pelo ar e logo viu inúmeras bolinhas pretas que, na verdade, eram
olhinhos pipocando ao seu redor...
Eram siris!
Os mais corajosos saiam de buracos na areia, e os outros só ficavam
observando com metade do corpo para dentro do buraco e a outra metade para
fora.
Entretanto, todos tinham uma semelhança, todos olhavam para a
mesma direção: para o raio de sol e para o tapete mágico, sem darem muita
atenção e medo à menina...
Todos queriam admirar e atravessar o tapete...
E em meio a centenas de siris, ela não tinha mais as suas perguntas
sobre a criação, pois foram respondidas.

Ela se viu e percebeu que estava na cidade dos siris... Uma cidade que
quase ninguém repara... que é secreta e mágica... Onde ficam alguns segredos
da vida... Para escutar histórias e desvendar mistérios ... E quem sabe, um dia,
você esteja lá para lhes fazer uma visita e possa compreender a linguagem da
criação?
Apesar de ser uma simples cidadela, uma simples cidade, podemos
dizer que é um reino com seus mistérios e poderes mágicos ...
Você sabe me responder o que tem dentro daqueles pequenos buracos?
Eu acho que cada leitor deste conto saberá uma resposta e descobrirá o
segredo mais valioso da cidade dos siris.
Eu também espero que você possa encontrar a rodovia certa, a avenida
certa, a costa certa, a praia certa para, enfim, achar a cidadela.

Dedico esta obra a uma guerreira forte e sábia, que um dia entrou nessa
cidade e me contou seus mistérios e poderes mágicos.

Ana Clara Lourenço de Paula Ferreira,13 anos / Pseudônimo : Ferreira de Paula
CASA DAS ROSAS
ESPAÇO HAROLDO DE CAMPOS DE POESIA E LITERATURA
+55 (11) 3673-1883 contato@casadasrosas.org.br
Av. Paulista, 37 Bela Vista CEP 01311-902 São Paulo Brasil
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
[Fechado para restauro]

Jardim da Casa das Rosas: De segunda a Domingo, das 7h às 22h.
Governo do Estado de São Paulo
TRABALHE CONOSCO COMPRAS E CONTRATAÇÕES RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONTRATO E GESTÃO SECRETARIA DA CULTURA MAPA DO SITE

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte sobre os Cookies e a Política de Privacidade para obter mais informações.

ACEITAR