BUSCAR
Twitter
Twitter
Instagram
Facebook

Agenda

Evento Especial

BORIS SCHNAIDERMAN, ALÉM DAS TRADUÇÕES

05/07 das 19h às 21h

Quinta, sexta e sábado, 5, 6 e 7 de julho de 2018

Curador: Lucio Agra

 

Boris Schnaiderman teria completado cem anos em 2017. Faleceu pouco antes disto, deixando uma grande contribuição à cultura brasileira e à divulgação da literatura e da cultura russas. Tendo nascido em Uman (Ucrânia) e imigrado com a família para o Brasil quando tinha 8 anos, viveu aqui uma vida longa, intensa e produtiva, na qual se distinguiu como tradutor, crítico, semioticista e escritor. Este evento reúne amigos, ex-alunos, estudiosos de sua obra e companheiros de sua aventura.

 

 

Quinta-feira, 5 de julho, das 19h às 21h

 

19h

DIÁLOGOS COM O PRIMOROSO BORIS

Palestra de Jerusa Pires Ferreira proferida por Lucio Agra 

 

Nesta palestra, serão compartilhadas memórias dos anos de trocas e aprendizagem com Boris Schnaiderman, passando do rigor do seu ensino às descobertas que o grande tradutor e crítico literário pôde oferecer ao longo de sua vida.

 

 

Sexta-feira, 6 de julho, das 19h às 21h

 

 

19h

Palestra

MEMÓRIA E FICÇÃO NA OBRA DE BORIS SCHNAIDERMAN

Por Aurora Bernardini

 

Uma reflexão sobre os dois livros de prosa criativa de Boris Schnaiderman: Guerra em surdina e Caderno Italiano. Nela, a história é entrecortada por episódios de ambos os livros que acompanham a participação do autor na 2ª Guerra Mundial.

 

 

Sábado, 7 de julho, das 10h30 às 21h

 

 

10h30

Mesa

O ATO DESMEDIDO DA TRADUÇÃO

Com Neide Jallageas e Lucas Simone

Mediação : Paulo Ferraz

 

Boris foi o primeiro e principal tradutor da literatura russa diretamente da língua original, no Brasil. Criou o Departamento de Língua e Literatura Russa da USP, traduziu obras fundamentais da literatura russa – de autores como Tchekhov, Máximo Gorki, Tolstoi e Dostoievski – e, juntamente com Augusto de Haroldo de Campos, publicou Poesia Russa Moderna, livro que até hoje exerce grande influência na poesia brasileira.  A mesa abordará a dimensão da contribuição de Boris à prática e à reflexão sobre a tradução literária.

 

15h

Mesa

BORIS DIVULGADOR DA POÉTICA E DA SEMIÓTICA RUSSAS

Com Paulo Ferraz e Lúcio Agra

Mediação: Julio Mendonça

 

Boris exerceu um papel central na tradução e divulgação da linguística da escola dos formalistas russos e da semiótica russa posterior, tendo sido, ele mesmo, um crítico sensível aos estudos semióticos, cujos conhecimentos aplicou em sua crítica literária.

 

17h

Palestra

VOZES DA CULTURA E VOZES DA BARBÁRIE

Por Miriam Chnaiderman

 

Miriam, filha de Boris, é psicanalista, escritora e cineasta e faz, aqui, um relato em que se misturam a vivência autobiográfica e a reflexão sobre a maneira como seu pai pensava a relação entre poesia, linguagem e vida. A vida de Boris pode ser condensada como luta permanente contra a barbárie. Luta essa concretizada em um lindo trabalho dentro da teoria da literatura e na tradução, como também em sua escolha de oposição ao fascismo em plena segunda guerra e depois, nos anos 70, na defesa da cultura em tempos de obscurantismo durante a ditadura civil-milltar no Brasil.

 

19h

Cinema ao ar livre

A Arca Russa (2002)

Direção: Alexander Sokurov | 95min | Classificação indicativa: 14 anos

  

Programação de cinema

OS FILMES DE BORIS

(durante os dias de evento, exibição dos filmes na sala 1):

O Pracinha de Odessa – Luis Felipe Labaki

Um Espelho Russo – Péricles Cavalcanti e Lídia Chaib

O que traduz Boris? – Daniel e Jorge Grinspum

CASA DAS ROSAS
ESPAÇO HAROLDO DE CAMPOS DE POESIA E LITERATURA
+55 (11) 3285.6986 | 3288.9447 contato@casadasrosas.org.br
Av. Paulista, 37 Bela Vista CEP 01311-902 São Paulo Brasil
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Terça-feira a sábado, das 10 às 22h
Domingos e Feriados, das 10 às 18h.
(Passível de alteração, de acordo com a programação).